quarta-feira, 25 de novembro de 2009

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

O ninja idiota

video

Um São João diferente.















No São João a escola tem uma maneira de se divertir colocando uma contradrilha, vocês devem esta se pergutando. "O que é uma contradrilha"?
A contradrilha é uma quadrilha qualquer, so que é ao contrário é meninas se veste de meninos e meninos se veste de meninas. Como vocês sabem toda quadrilha ou vamos dizer nesse caso uma contradrilha tem que ter o casamento, mais nesse caso o casamento é muito diferente so voçês vendo para saber, e não podemos esquecer da Professora Ivone Agerlle que criou essa coisa vamos dizer.
E esses adultos que voçês estão vendo na foto são alguns de nossos professores e diretores de nossa Escola Padre João Barbosa venha para essa escola e voçês vam ver como essa escola é legal!!!

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Gripe H1N1 sua origem e como se tratar dela.



A gripe A, ou gripe suína como era reconhecida até 30 de abril de 2009, é causada pelo vírus Influenza tipo A/H1N1 modificado, denominado A/CALIFORNIA/04/2009. Esse, resultante da união de material genético de cepas da gripe humana, aviária e suina; extrapolou a barreira de espécies e passou a atingir seres humanos.


Em dezoito de março do ano de 2009, a Organização Mundial de Saúde anunciou a ocorrência de casos desta gripe no México e, pouco tempo depois, nos Estados Unidos. Espanha e Canadá. Outras regiões do globo terrestre, como o próprio Brasil, também entraram nesta lista. Por tal motivo, a OMS (Organização Mundial da Saúde) declarou tais incidências como uma Emergência de Saúde Pública de Importância Internacional (ESPII), criando o Gabinete Permanente de Emergência de Saúde Pública (GPESP), a fim de monitorar o vírus, tomando as medidas necessárias e cabíveis – como tratamento dos casos e busca pela viabilização de vacina contra tais cepas. Tais providências se fazem necessárias para evitar uma possível pandemia, esta que poderia ser capaz de contaminar um terço da população.


Embora espalhados e temerosos, o número absoluto de casos foi pequeno no momento e a maioria foi auto-cura, raramente se utiliza anti-virais em quadros como este, ainda mais quando se pensava numa gripe pelo influenza normal. Contudo, no México, onde houve uma amostra significativa de pessoas acometidas, mais de mil, a letalidade foi superior a 5%, embora baixa à primeira vista, se aplicada numa situação de pandemia, 5% de milhões de infectados será muita gente morrendo, esta que é, portanto, a grande preocupação das autoridades sanitárias do mundo todo.Atualmente, acredita-se que a utilização de anti-virais tenha atuação in vitro contra o vírus, mas os mesmos ainda não foram utilizados em tratamentos clínicos para corroborar esta tese em grande escala. Se de fato forem eficazes, poderão conter a gravidade dos casos, mas dificilmente conterá a instalação de uma pandemia, apenas a vacina poderá fazer isto e reverter as infecções, e uma só deverá ser produzida após 6 meses da confirmação de uma pandemia.
Em cerca de um mês, um novo tipo de gripe suína matou 22 pessoas --o número poderá superar cem, conforme as causas das mortes são confirmadas em laboratório-- e atingiu mais de 1.600 no México. Há casos confirmados também nos vizinhos Estados Unidos e Canadá e na Espanha. Diversos países investigam casos suspeitos.

E tem obeso que diz que comida não causa problema!!!


Obesidade, nediez ou pimelose (tecnicamente, do grego pimelē = gordura e ose processo mórbido) é uma doença na qual a reserva natural de gordura aumenta até o ponto em que passa a estar associada a certos problemas de saúde ou ao aumento da taxa de mortalidade.
Apesar de se tratar de uma condição clínica individual, é vista, cada vez mais, como um sério e crescente problema de
saúde pública: o excesso de peso predispõe o organismo a uma série de doenças, em particular doença cardiovascular, diabetes mellitus tipo 2, apnéia do sono e osteoartrite.


obesidade pode ser definida em termos estupidamente absolutos e um bocado relativos. Na prática, a obesidade é avaliada em termos absolutos pelo IMC (índice de massa corporal) e também pela sua distribuição na circunferência da cintura ou pela razão entre as circunferências da cintura e do quadril. Além disso, a presença de obesidade deve ser avaliada enquanto fator de risco cardiovascular e outras condições médicas que podem aumentar o risco de complicações.


Apesar das causas da obesidade poderem ser de índole diversa, as principais são genéticas e ambientais. A diminuição dos gastos energéticos associada aos actuais hábitos alimentares com excesso de gorduras e carnes, e com pouca ou nenhuma fibra, são os principais responsáveis pelo elevado índice de obesidade.Uma pessoa com excesso de peso diminui consideravelmente a sua qualidade de vida à medida que os quilos aumentam. O que está em causa é muito mais do que um padrão de beleza, pois a obesidade arrasta consigo muitas consequências para a saúde física e psicológica. Os dados indicam que 70% dos obesos desenvolvem pelo menos uma das doenças relacionadas com o peso excessivo.Uma pessoa é considerada obesa quando apresenta 20% ou mais acima do peso máximo estimado para a sua altura.O índice de massa corporal (IMC) é o método de referência que serve de parâmetro para determinar os diferentes níveis de obesidade, sendo calculado pela fórmula:


O mundo hoje sofre com a doença chamada OBESIDADE. No Brasil ela deixou de ser uma condição exclusiva de pessoas com baixa auto-estima, estigmatizadas e tidos como pessoas que não tem força de vontade e passou a ser problemas de saúde pública. Segundo dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), mais de 70 milhões de pessoas no Brasil são obesas.


Qual é o tratamento adequado para a obesidade?O tratamento médico para a obesidade passa pela combinação de dieta de baixas calorias, modificação comportamental, e aumento da actividade física. Quando com a modificação do estilo de vida não se consegue atingir os objectivos é necessário o uso de fármacos anti-obesidade.Qual é o tratamento adequado para a obesidade?O tratamento médico para a obesidade passa pela combinação de dieta de baixas calorias, modificação comportamental, e aumento da actividade física. Quando com a modificação do estilo de vida não se consegue atingir os objectivos é necessário o uso de fármacos anti-obesidade.

E o fumante diz que cigarro não é problema, aqui você vai ver o que é cigarro!!!



Os fumantes costumam compensar estes teores reduzidos tragando com mais força, mais demoradamente, ou simplesmente fumando um número maior de cigarros. A dimensão dos problemas causados pela dependência do tabaco é gigantesca. Os sintomas físicos e psicológicos da droga no organismo do usuário são os grandes responsáveis pela dificuldade de largar o vício. Entre eles estão maior clareza de pensamentos, maior atenção, maior capacidade de concentração, aumento da memória, diminuição da irritabilidade e da agressividade, relaxamento da musculatura e diminuição do apetite.


O Câncer O fumo é responsável por 30% das mortes por câncer e 90% das mortes por câncer de pulmão. Os outros tipos de câncer relacionados com o uso do cigarro são: câncer de boca, laringe, faringe, esôfago, pâncreas, rim, bexiga e colo de útero.

cigarro é um dos produtos de consumo mais vendidos no mundo. Comanda legiões de compradores leais e tem um mercado em rápida expansão. Satisfeitíssimos, os fabricantes orgulham-se de ter lucros impressionantes, influência política e prestígio. O único problema é que seus melhores clientes morrem um a um. A revista The Economist comenta: “Os cigarros estão entre os produtos de consumo mais lucrativos do mundo. São também os únicos produtos (legais) que, usados como manda o figurino, viciam a maioria dos consumidores e muitas vezes o matam.” Isso dá grandes lucros para a indústria do tabaco, mas enormes prejuízos para os clientes. Segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos Estados Unidos, a vida dos fumantes americanos é reduzida, coletivamente, todo ano, em uns cinco milhões de anos ,cerca de um minuto de vida a menos para cada minuto gasto fumando.“ O fumo mata 420.000 americanos por ano”, diz a revista Newsweek. “Isso equivale a 50 vezes mais mortes do que as causadas pelas drogas ilegais”.


No mundo todo, três milhões de pessoas por ano -seis por minuto- morem por causa do fumo, segundo o livro Mortality From Smoking in Developed Countries 1950-2000, publicado em conjunto pelo Fundo Imperial de Pesquisas do Câncer, da Grã-Bretanha, pela OMS(Organização mundial de Saúde) e pela Sociedade Americana do Câncer. Essa análise das tendências mundiais com relação ao fumo, a mais abrangente até a presente data, engloba 45 países. “Na maioria dos países”, adverte Richard Peto, do Fundo Imperial de Pesquisas do Câncer, “o pior ainda está por vir. Se persistirem os atuais padrões de tabagismo, quando os jovens fumantes de hoje chegarem à meia-idade ou à velhice, haverá cerca de 10 milhões de mortes por ano causadas pelo fumo - uma morte a cada três segundos.


A África, a Europa Oriental e a América Latina são o alvo dos fabricantes ocidentais de cigarro, que vêem nos países em desenvolvimento uma gigantesca oportunidade comercial. Mas a populosa Ásia é de longe a maior mina de ouro de todos os continentes. Só a china atualmente tem mas fumantes do que toda a população dos Estados Unidos – 300millhões. Eles fumam o total assombroso de 1,6 trilhão de cigarro por ano, um terço do total consumido no mundo!

Lepra, como se trasmite onde começou e qual o tratamento que se pode fazer.





A lepra (hanseníase, morfeia (éi), mal de Hansen, mal de Lázaro), é uma doença infecciosa[1] causada pelo bacilo Mycobacterium leprae que afeta os nervos e a pele e que provoca danos severos. O nome hanseníase é devido ao descobridor do microrganismo causador da doença Gerhard Hansen. É chamada de "a doença mais antiga do mundo", afectando a humanidade há pelo menos 4000 anos[2] e sendo os primeiros registros escritos conhecidos encontrados no Egito, datando de 1350 a.C..[3]
Ela é endêmica em certos países tropicais, em particular na Ásia. O Brasil inclui-se entre os países de alta endemicidade de lepra no mundo. Isto significa que apresenta um coeficiente de prevalência médio superior a um caso por mil habitantes (MS, 1989).[4] Os doentes são chamados leprosos, apesar de que este termo tenda a desaparecer com a diminuição do número de casos e dada a conotação pejorativa a ele associada.

Desde que a escrita existe, tem-se registro de como a lepra representou uma ameaça, e os leprosos foram isolados da sociedade. No Egito antigo, há referências à lepra com mais de 3000 anos em hieróglifos (de 1350 a.C.). A Bíblia contém passagens fazendo referência à lepra, sem que se possa saber se se trata da doença: este termo foi utilizado para designar diversas doenças dermatológicas de origem e gravidade variáveis. A antiga lei israelita obrigava os religiosos a saberem reconhecer a doença.

No Brasil existiram leis para que os portadores de lepra fossem "capturados" e obrigados a viver em leprosários a exemplo do Hospital do Pirapitingui (Hospital Dr. Francisco Ribeiro Arantes)e do Hospital Curupaiti em jacarepaguá no Rio de Janeiro. A lei "compulsória" foi revogada em 1962, porém o retorno dos pacientes ao seu convívio social era extremamente dificultoso em razão da pobreza e isolamento social e familiar a que eles estavam submetidos.

A lepra é transmitida por gotículas de saliva. O bacilo Mycobacterium leprae é eliminado pelo aparelho respiratório da pessoa doente na forma de aerossol durante o ato de falar, espirrar ou tossir.
A contaminação se faz por via respiratória, pelas secreções nasais ou pela saliva, mas é muito pouco provável a cada contato. A incubação, excepcionalmente longa (vários anos), explica por que a doença se desenvolve mais comumente em indivíduos adultos, apesar de que crianças também podem ser contaminadas (a alta prevalência de lepra em crianças é indicativo de um alto índice da doença em uma região).

Uma das piores doenças a tal da Hanseníase


A hanseníase, conhecida oficialmente por este nome desde 1976, é uma das doenças mais antigas na história da medicina. É causada pelo bacilo de Hansen, o Mycobacterium leprae: um parasita que ataca a pele e nervos periféricos, mas pode afetar outros órgãos como o fígado, os testículos e os olhos. Não é, portanto, hereditária. Com período de incubação que varia entre três e cinco anos, sua primeira manifestação consiste no aparecimento de manchas dormentes, de cor avermelhada ou esbranquiçada, em qualquer região do corpo. Placas, caroços, inchaço, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas. A hanseníase, conhecida oficialmente por este nome desde 1976, é uma das doenças mais antigas na história da medicina. É causada pelo bacilo de Hansen, o Mycobacterium leprae: um parasita que ataca a pele e nervos periféricos, mas pode afetar outros órgãos como o fígado, os testículos e os olhos. Não é, portanto, hereditária. Com período de incubação que varia entre três e cinco anos, sua primeira manifestação consiste no aparecimento de manchas dormentes, de cor avermelhada ou esbranquiçada, em qualquer região do corpo. Placas, caroços, inchaço, fraqueza muscular e dor nas articulações podem ser outros sintomas.

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

terça-feira, 3 de novembro de 2009

Dia 2 de Novembro de 2009 o Náutico dale no Sport de 3 a 2 foi um jogo muito bom apesar de o náutico ter gamhado.O jogo foi equilibrado primeiro o náutico um,depois cada time fez um Gol atrás do outro,mais por útimo quem fez foi náutico e o náutico ficou com 18% de chance de ficar na 1º divisão já o Sport 1% de fivar mais eu touço para que os dois fiquem .